sexta-feira, 29 de agosto de 2008

o linho







5 comentários:

Fatima disse...

Rico complemento para o meu post de hoje......

Fatima disse...

Já li o comentário que me deixaste. As minhas histórias com o linho ainda vão continuar. Há muito para dizer.....e tenho um objectivo com este tema. Lá chegarei.
Sai outro post dia 1 que mostra justamente o cultivo.Sabes que já tive linho semeado na minha varanda? Aquela flor é linda!

Patti disse...

A isso chama-se "Varandagem", como diz por aqui uma amiga do blogobairro, que tem flores lindas na varanda dela.

mariam disse...

Olá!
Adorei este "post"... de paixão! caiu-me uma lagrimazita teimosa... sabe, na casa grande do meu avô materno(chamavamos-lhe assim), onde viviam meus pais e onde eu nasci, havia a casa do tear, uma divisão Privilegiada, pegada aos aposentos do moço do gado, ... o tempo passou ... a casa grande está em ruínas ... ainda restam os utensílios de "fazer" o linho...
obrigada!

fiz um pequenino hiato, de dia e meio nestas férias, regressei à "base" e à net, sigo para Madrid e Saragoça (só 3 dias), vou à EXPO, e depois sigo para Castelo Branco, quando voltar em meados de Setembro, vou ler as suas novidades, com calma, agora vim só dar um abraço

e um sorriso :)

mariam

Patti disse...

Mariam:
Ainda bem que a fiz recordar a casa onde nasceu. E que engraçado havre uma divisão privilegiada para o linho!
Já lá passo no seu blog, gozes estes últimos dias de férias e aproveite bem.